Buscar: Em:
XTERRA Estrada Real comprova ser a maior etapa no Brasil com dois dias de competições emocionantes
 

  A largada do Endurance teve oração comandando por cabo do Exército
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
02/10/2017

A principal etapa do XTERRA Brazil aconteceu neste fim de semana. O XTERRA Estrada Real, patrocinado pelo SESI FIEMG, na histórica cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, foi marcado pela chuva e voltou a bater recordes de inscrições, com cerca de 4.500 atletas distribuídos nas oito modalidades, sendo 2.500 só nas Night Runs juntas. A Endurance (50 km), com 250 competidores, foi uma das maiores da história do evento em território nacional e contou, inclusive, com a oração do combatente da montanha, que foi comandada pelo cabo Laurent, do 11° Batalhão de Infantaria de Montanha. A tradicional buzina de largada foi substituída por tiros (ao céu) de fuzil do militar e ajudou a animar ainda mais o público e os competidores.


No primeiro dia de competições, as sempre favoritas Rosália Camargo e Isabella Ribeiro voltaram a dominar suas respectivas provas, Endurance e Duathlon. Com mais esta conquista, a 13° no XTERRA, Rosália garantiu o título do ranking anual, enquanto a mineira Isabella ainda segue travando um duelo emocionante, prova a prova, com a paulista Sabrina Gobbo, que terminou em segundo lugar em Tiradentes.  Entre os homens o inesperado aconteceu. Campeão do ranking de 2016 sem vencer nenhuma etapa, Gleiciomar dos Santos conquistou sua primeira vitória no XTERRA Endurance, superando favoritos. Após um período de inatividade, o atleta voltou bem, mas não conseguirá repetir o feito da última temporada, pois Márcio Souza chegou na quarta colocação da prova e confirmou o título do ranking 2017. Tales Camargo - o único com chances matemáticas de superar Marcinho - desistiu da prova por contusão.


“Tive um problema na panturrilha e fiquei muito tempo sem poder correr oficialmente. Vim para Tiradentes querendo vencer, claro, mas não esperava. Ano passado fui o líder do ranking, mas havia chegado sempre em segundo lugar. Venci pela primeira vez agora e por isso chorei demais na chegada, a emoção foi grande, lembrei das minhas filhas e as dedico essa vitória, inclusive. Ano que vem quero voltar mais forte e reconquistar o topo do ranking, livre de lesões. O XTERRA está de parabéns por tudo! ” Exclamou Gleiciomar dos Santos.


No Duathlon masculino, o vencedor também foi inédito no XTERRA Brazil. Sérgio Henrique Pereira desbancou os “cascas-grossas” Marcello Sebastião e Diogo Malagon e mostrou-se surpreso com o resultado. “O Marcello Sebastião estava bem à frente, mas ele cometeu um erro no circuito da bike e abriu uma brecha para os outros. Eu aproveitei melhor, apesar da dificuldade com a chuva, e ganhei. Não esperava vencer e, principalmente, não esperava o equívoco do Marcello”, declarou o atleta de 29 anos de idade.


 

MTB Cup Sport, Cup Pro e Enduro


No segundo dia do XTERRA Estrada Real foi a vez dos mountain bikers mostrarem suas habilidades. No MTB Cup Sport (36,2 km) os vencedores foram Erick Eduardo de Resende e Camila de Oliveira, mas o destaque foi na prova Cup Pro (42,4 km), que mais uma vez, teve os irmãos Carlos Alberto Olimpio e Karen Olimpio dominando do início ao fim. Residentes em Tiradentes, campeões admitem que conhecer o terreno faz a diferença, mas também lembram de todo o empenho.


“Conheço bem o percurso, a estrada, o tipo de solo e isso me dá uma vantagem, claro. Mas os treinamentos são diários e muito duros, então é o que me deixa mais competitivo a cada dia”, garantiu Carlos Alberto, enquanto sua irmã Karen, fez referência ao momento família. “Foi especial, a mãe na Short Trail Run por diversão, a outra irmã (Kelly) em terceiro no Duathlon, o pai venceu na faixa etária dele no MTB e essa dobradinha dos irmãos para encerrar. Foi um evento sensacional para todos nós”, disse.  


A modalidade mais veloz e mais demorada do XTERRA, a Enduro, reservou grandes performances dos atletas. Durante os dois dias do festival, os ciclistas desta prova tiveram que superar limites para conseguirem realizar os deslocamentos nos tempos limites e abusarem da técnica para pedalar em dois climas e solos diferentes. No sábado a chuva, a temperatura mais baixa, os ventos “cortantes” e o solo enlameado, no domingo o sol escaldante, as bikes mais pesadas com a lama grudada nos pneus e o desgaste ainda maior. A “fera” Leonardo Mattioli venceu sua segunda etapa seguida e se consagrou na cidade em que havia perdido em 2016. Entre as mulheres, Patrícia Loureiro superou Lucy Onodera e Suelen Couto.


Todos os resultados podem ser conferidos no link https://goo.gl/SgFejL.


A próxima edição do XTERRA Brazil Tour 2017 será o Camp Paraná, nos dias 14 e 15 de outubro. Em seguida, nos dias 28 e 29 do mesmo mês é a vez de mais uma bela etapa XTERRA Ilhabela, em São Paulo.

Fotos
As lanternas dos corredores das Night Runs iluminaram a bela Tiradentes  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
No Enduro foi normal ver algum atleta empenando a bike  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
Carlos Alberto Olimpio ganhou com sobras no MTB Cup Pro masculino  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
Gleiciomar dos Santos conquistou sua primeira vitória no XTERRA Endurance e não conteve o choro  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
O alívio de Isabella Ribeiro ao cruzar a linha de chegada novamente em primeiro lugarno Duatlhon feminino  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
O percurso de MTB foi desafiador  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
Rosália Camargo ergueu os braços e festejou sua 13° vitória no XTERRA  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
Sérgio Henrique foi o vencedor do Duatlhon masculino  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  
Competidores do MTB Enduro deram um show no XTERRA Estrada Real  
Thiago Lemos / Bruno Meneghitti  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Dirt Action
Revista Moto Action