top of page

CIMTB Michelin define o calendário para a temporada de 2023



Estão mantidas quatro etapas para a definição dos campeões da próxima edição. Araxá, que completa 20 anos e traz novidades, além de Taubaté e Congonhas, são os locais já confirmados, restando uma cidade-sede a ser definida



A Copa Internacional Michelin de Mountain Bike, apresentada pela CBMM, acaba de definir o pré-calendário da temporada de 2023, que continuará com quatro etapas durante o ano. A abertura será em Araxá, de 14 a 16 de abril. A segunda etapa será de 23 a 25 de junho, em local a ser definido. A terceira etapa vai acontecer em Taubaté, de 4 a 6 de agosto, enquanto a decisão fica mais uma vez para Congonhas, entre 22 e 24 de setembro.


As quatro datas da Copa Internacional Michelin de MTB 2023 já foram definidas nos calendários das entidades reguladoras do ciclismo, União Ciclística Internacional (UCI), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e federações estaduais. A organização da CIMTB Michelin trabalha intensamente para confirmar em breve o local da segunda etapa, que substituirá o município de Petrópolis em seu calendário.




A grande novidade para comemorar os 20 anos em Araxá é que será realizado o tradicional Hors Class (HC) no domingo (16/04) e mais outra prova de XCO Classe 1 na sexta-feira (14/04), junto ainda com o XCC (Short Track) Classe 3 no sábado (15/04). Ou seja, serão ofertados no total 170 pontos aos campeões nos rankings UCI, olímpico e mundial, na soma das três provas.


"Essa é uma pontuação total que se aproxima muito de uma etapa da Copa do Mundo", enaltece Rogério Bernardes, organizador do evento. "E ainda foi solicitado por nós da organização da CIMTB Michelin, junto a UCI, a inclusão da UCI Junior Series também em Araxá", complementa o organizador da principal competição de mountain bike da América Latina.


Enquanto as etapas 2 (a ser definida) e 3 (Taubaté) da temporada de 2023 serão ambas XCO Classe 1 (60 pontos UCI) e XCC Classe 3 (10 pontos UCI), com a etapa taubateana recebendo ainda a UCI Junior Series, Congonhas terá XCO Classe 2 (30 pontos) e XCC Classe 1, para encerrar com chave de ouro a competição.


"Todas essas mudanças estão aguardando homologação da UCI, embora já tenhamos a aprovação da CBC. O fato é que nós queremos ampliar a participação e a importância da CIMTB Michelin no ciclo olímpico de Paris 2024. Com essas mudanças, continuaremos a ser um dos maiores eventos a oferecer pontos no mundo. Além disso, Araxá vai se consolidar como uma das maiores corridas do mundo nesse novo formato. Será um verdadeiro festival, com a presença de uma feira com as principais marcas do mercado, shows, entre outras surpresas”, afirma Rogério Bernardes.


Sobre a CBMM

Líder mundial na produção e comercialização de produtos de Nióbio, a CBMM possui mais de 400 clientes, em 50 países. A companhia fornece produtos e tecnologia de ponta aos setores de infraestrutura, mobilidade, aeroespacial, saúde e energia. Fundada em 1955, em Araxá, Minas Gerais, a CBMM apoia iniciativas que visam o desenvolvimento socioeconômico, cultural e esportivo nos locais onde atua, buscando beneficiar essas comunidades e auxiliar na formação das próximas gerações. Para mais informações, visite: cbmm.com/pt/media-center.


Sobre a Michelin

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los a tornar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega mais de 123.600 pessoas em todo o mundo e dispõe de 71 centros de produção implantados que fabricaram cerca de 170 milhões de pneus em 2020. (www.michelin.com.br).


Sobre a Sense Bike

A Sense Bike nasceu em 2009, como uma marca desenvolvida por ciclistas para ciclistas apaixonados, com o objetivo de oferecer bicicletas capazes de encantar pela experiência positiva ao pedalar. Ao longo dos anos, a fabricante marcou seu nome no Brasil, conquistando público, mercado e imprensa especializada. Em 2016, a Sense Bike desenvolveu seus primeiros modelos em fibra de carbono, através de uma parceria com a Swift Carbon: Impact Carbon, Invictus e Prologue. Além disso, a marca é uma das que mais investe no mercado de All-Mountain, Enduro e Elétricas, sendo a única marca nacional a oferecer uma bicicleta elétrica de trilhas de alto desempenho, com quadro em fibra de carbono. Por isso, a Sense Bike é uma das líderes de mercado e pioneira no setor, contando com uma estrutura completa de criação, importação, estoque, distribuição, marketing, pós-venda e comercial.


História da CIMTB Michelin

A organização da CIMTB Michelin realizou sua primeira prova em 1996. Desde então, vem inovando e contribuindo ativamente para o crescimento e fortalecimento do mountain bike e o mercado de bicicletas no Brasil. Contando pontos para o ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI) desde 2004, a CIMTB Michelin tem sido seletiva para os Jogos Olímpicos nos ciclos de Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016, Tóquio 2020 e Paris 2024. Em 2022, a CIMTB Michelin aumentará ainda mais sua relevância internacional, com a realização da etapa de abertura da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike 2022, em Petrópolis. Além disso, foi responsável pela construção da pista de mountain bike dos Jogos Olímpicos Rio 2016, considerada uma das melhores da história dos Jogos desde 1996, primeiro ano do MTB em Olimpíadas.


Mais informações sobre a CIMTB Michelin:

Assessoria de Imprensa:

Gustavo Coelho

Comments


capa_bike_281.png
capa_guia_bike_2024.png
capa_dirt_344.png
WhatsApp Image 2024-03-26 at 19.51.05.jpeg
bottom of page