top of page

Depois do prólogo, Sertões MTB Pirenópolis tem seu dia mais exigente



Sherman Paiva, o vencedor da Elite Masculino (Foto: Gustavo Perim)


Etapa da sexta-feira definiu primeiros líderes da prova em percurso curto e intenso. Favoritos se destacaram e vão começar o sábado com a camiseta amarela. Segunda etapa desafiará atletas com descidas técnicas, subidas fortes (que incluem o Desafio Strava) e muitas pedras.

Foi apenas o começo mas, em uma competição por etapas, cada quilômetro conta. O prólogo que abriu o Sertões MTB Pirenópolis hoje, com 16,5km, não só esquentou as pernas dos ciclistas e serviu para apresentá-los as trilhas da cidade goiana, mas também definiu os primeiros líderes, que largam neste sábado com a camiseta amarela que os identifica.

O sábado, aliás, chega com a condição de dia mais exigente entre os três da prova. Não só pelas distâncias mais longas, mas pelo que está nos caminhos, seja no percurso Pro; seja no reservado às categorias Sport e às E-Bikes. Em ambos o começo já é de subidas fortes e com uma atração: o Desafio Strava, que premiará os mais rápidos em um trecho de 2,78km com inclinação média de 8,7%.

E como tudo que sobe tem que descer, outro trecho que merece atenção é a 'Descida do Pura Magia'. Pouco mais de 2,5km bastante lisos entre pedras escorregadias, valetas e erosões em que os atletas mais técnicos podem fazer a diferença. Além disso, haverá um momento pouco comum: a travessia de partes da BR-070 em uma zona sem pavimento.



Na E-Bike Masculino, Igo Capucci foi o melhor (Foto: Gustavo Perim)



Diversão

Se pedalar contra o relógio é sinônimo de força e resistência, o prólogo desta sexta-feira também proporcionou diversão. Especialmente para quem se deu melhor na forte subida do Morro do Frota em seu início, seguida por uma descida técnica de pedras. O que criou uma situação diferente especialmente nas E-Bikes, com o confronto entre atletas especialistas em downhill e cross-country.


Nataniel Giacomozzi, o melhor do dia na E-Bike Elite (Foto: Gustavo Perim)




Melhor para alguém mais acostumado a despencar: o catarinense Nataniel Giacomozzi, o Nata, que superou por 49 segundos outro ciclista de SC, Erick Bruske. No feminino, a mineira Letícia Coura saiu na frente, para sua própria surpresa.

Também mineiro, Sherman Trezza de Paiva venceu na Solo Masculino Elite (percurso Pro). Especialista em provas de maratona, ele bateu outra fera neste tipo de competição: o paulista João Paulo Firmino, campeão panamericano Master de XCM. No feminino, a 'Rainha de Pirenópolis' deu as cartas. Raíza Goulão mostrou, nas trilhas de casa, porque é a aposta brasileira para os Jogos Olímpicos de Paris.


Raiza Goulão, domina em casa a Elite Feminino (Foto: Gustavo Perim)



Ainda no percurso Pro, a briga nas duplas mostrou a força de feras com títulos de sobra no currículo. Na categoria 95+ (soma das idades), Abraão Azevedo, multicampeão do Cape Epic e do Brasil Ride, e Rodrigo Nunes, o Gringo, foram os mais rápidos do prólogo, à frente de Cláudio Roberto de Souza (atual campeão pan-americano Master) e Armando Pires Neto. Breno Cardigos e Filipe Santos venceram na Dupla até 80 anos.



Na dupla 95+, vitória de Abraão Azevedo/Rodrigo Nunes (Foto: Gustavo Perim)

O que eles disseram:

Nataniel Giacomozzi (vencedor do prólogo E-Bike Masculino Elite)

"Foi legal demais. Eu não tinha feito o reconhecimento do percurso e eu me surpreendi com a quantidade de descidas, eu sou especialista no downhill, gostei. Consegui passar um bocado de gente e abri uma boa vantagem para o segundo colocado. Eu vim para a prova sem expectativas, mas sou um cara competitivo desde menino e agora vou fazer de tudo para defender a liderança. Vou tentar me manter no pelotão no plano e nas subidas para fazer a diferença nas descidas".

Letícia Coura (vencedora do prólogo E-Bike Feminino)

"Há um ano eu consegui evoluir bastante na técnica e foi isso que me motivou a vir, porque as trilhas aqui são muito técnicas. Curti muito o prólogo, mas cheguei aqui um pouco gripada e até me assustei por ter sido a mais rápida. Quando a gente coloca na cabeça que quer curtir, a coisa flui muito mais. Estou bem animada para os próximos dois dias".

Raíza Goulão (vencedora Solo Feminino Elite)

"Competir em casa, me aquecer em casa literalmente, tomar café da manhã e vir para cá é incrível. Mas o que me deixa mais feliz é poder abrir as portas do meu cantinho, minhas trilhas, para o pessoal que ama a bike. Receber um evento dessa magnitude é surreal. Na descida eu me empolguei no começo por estar em casa, mas lembrei que estou viajando para a abertura da Copa do Mundo. A gente vai amadurecendo com o tempo".

Sherman Trezza de Paiva (vencedor Solo Masculino Elite)

"Foi um prólogo duro, não tem como ser fácil. Uma prova bastante intensa, com muita força na subida para fazer uma descida um pouco mais consciente e não cometer erros. A descida foi muito divertida. Muito feliz, mas ainda tem dois dias pela frente e nas provas Maratona pode mudar tudo. É sempre bom pedalar com a camisa de líder, é um presente para a equipe.

Sertões MTB Pirenópolis

Sexta-feira (5/5)

Prólogo

16,5km

Classificação Oficial Prologo

Sexta feira – 5/5

E-Bike

Masculino Elite

  1. Nataniel Giacomozzi (Specialized) 24min25

  2. Erick Bruske (Trek Strava) 25min15

  3. Diogo Augusto Gola (26min26)

Feminino

  1. Letícia Coura (Trek Strava) 30min51

  2. Camila Franciosi (Epic Bike Store) 31min41

  3. Lívia Rodrigues Moreira da Silva (Sportcicle) 33min50

Masculino

  1. Igor Cappucci (Specialized) 26min00

  2. Leandro Lopes Prestes 26min03

  3. Christian Westgeest 26min18

Golden 50+

  1. André Luiz Colombini Lima (4Fun Bike Center) 26min10

  2. Michele Tocci 27min18

  3. Rodrigo Mattheis Londres (Ibiti Projeto) 27min41

Open Potência + Bateria

  1. Danilo Faria 26min23

  2. José Leonardo Antunes 26min30

  3. Felipe Marciano Lopes 28min11

Pro

Solo Elite Masculino

  1. Sherman Trezza de Paiva (4Fun Bike Center) 32min45

  2. João Paulo Firmino (4Fun Bike Center) 33min25

  3. Alysson Serra Lucas (Minas Bike) 34min30

Solo Elite Feminino

  1. Raiza Goulão (Oggi) 39min19

  2. Fabiana Brandão (4Fun Bike Center) 45min20

  3. Daniela Araújo Costa (Sell) 47min11

Solo Masculino 30+

  1. Handy Ulacia de Morais 36min34

  2. Uirá França Carneiro 38min13

  3. Gustavo Astolphi (Pedal Urbano) 38min41

Dupla Masculino Pro até 80

  1. Breno Cardigos / Filipe Santos 34min17

  2. Gustavo Henrique / Pedro Henrique 38min56

  3. Larceles Menezes / Allan Nogueira 46min05

Dupla Masculino Pro 95+

  1. Abraão Azevedo / Rodrigo 'Gringo' 34min28

  2. Armando Pires Neto / Cláudio Roberto de Souza 40min14

  3. Márcio Damião / Sérgio Augusto 43min20

Sport Dupla até 95

  1. Murilo Santos / Rodrigo Neves

  2. Helder Veira / João Paulo

  3. Flávio Cardoso / Ronaldo Quirino

* Ao todo, 24 categorias estão em disputa. Acesse os resultados completos no link https://www.sistime.com.br/eventos/wp-content/uploads/2023/05/sertoes-2023-mtb-pirenopolis-dia-1.pdf

Etapa 2/ “Pirineus”

PRO: 59,54 Km/ 1.561m

Sport / E-Bike: 39,09 Km/ 1.238m

Apenas mais uma palavra para quem escreve, mas um grande desafio para quem pedala. Se desse para resumir o segundo dia do Sertões MTB Pirenópolis em uma palavra, ela seria: subida! Também pudera, esse é o dia com a maior altimetria da prova, tanto no percurso Pro como no Sport / E-Bike.

É subida de todo jeito e para todas as categorias. Na Pro, tem subida em trecho rolado de estradão após o segundo ponto de hidratação. Seguida de subidas em estradas acidentadas e subidas em serra até terminar em…subida de novo.

Na Sport, a pedreira é mais ou menos a mesma. Logo após o segundo ponto de hidratação, é subida “pra mais de metro” em trecho de serra e um último terço de prova para ficar ligado nos sobes e desces. A parte boa é que serão single tracks bastante prazerosos e ensolarados.

Nas E-Bikes a prova inicia em trecho rolado com uma subida das longas, seguido de subidas técnicas no trecho do desafio Strava, mas logo encontra um visual fantástico e uma descida em trechos de lajes. Dia para os E-Bikers ficarem de olho na administração da bateria.

Pois é, com tanta subida assim, não dá para falar dessa etapa de Pirenópolis sem falar de seu monumento mais alto: a Serra dos Pireneus. O ponto com maior altitude da região é o cenário de boa parte da etapa e, por muito tempo, sua altura foi um mistério para os brasileiros. Ninguém sabia sua medida exata.

Isso até um grupo de cientistas em 1892 finalmente cravar a altitude do gigante de Piri em uma expedição que buscava o local ideal para a construção de Brasília. São precisos 1.385m de altitude. Já na etapa “Pirineus” não tem mistério, é encarar as subidas e contemplar o cerrado rupestre, as nascentes e veredas da maravilha que dá nome ao segundo dia do Sertões MTB Pirenópolis: o Parque Estadual da Serra dos Pirineus.

Descrição técnica:

Pro

Logo após a segunda hidratação os ciclistas encaram um trecho de estradão bem rolado com muitas subidas, seguido por um trecho de serra com estradas mais acidentadas; a subida continua muito presente e continua por um misto de single tracks e estradas secundárias, até emendar no ponto de hidratação com o percurso curto e o restante dos atletas.

Sport / E-Bike

Logo após o segundo ponto de hidratação a prova segue por um trecho de serra curto, com o sol bastante presente. Cerca de 2,5 quilômetros depois aparece outro ponto de hidratação. A estratégia no último terço de prova promete fazer toda a diferença e, por isso, é importante prestar atenção na altimetria.

Para as E-Bikes, começo de prova mais duro, seguido por uma descida técnica com algumas lajes, bastante prazerosa para encarar de E-Bike. Segue por um trecho mais rolado com uma subida bem longa. Será o dia mais crítico para administrar o consumo da bateria. O trecho do Desafio Strava é de subidas técnicas e lembra os Power Stages do Mundial de Enduro.

Programação (sábado - 6/5)

8h - Largada percurso Pro

9h - Largada percurso Sport

10h - Largada E-Bikes

Local: Vila Bike

Rua do Carmo 45-27, Bairro do Carmo (junto à ponte sobre o Rio das Almas) - Pirenópolis (GO)

Siga-nos em nossas redes sociais e saiba tudo sobre o Sertões MTB Pirenópolis:

Instagram: @sertoes.bike

Comunicação Sertões MTB Pirenópolis

Meg Cotrim

11.99182 8180

Rodrigo Gini

31.99616 4179



capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
capa_dirt_332_mai23.png
bottom of page