top of page

Jordan Sarrou e Matt Beers vencemo Absa Cape Epic 2021


Hans Becking e Jose Dias ganham o dia, mas NinetyOne-songo-Specialized leva a

vitória geral no Cape Epic. Foto: Nick Muzik / ABSA Cape Epic


ABSA CAPE EPIC 2021 - Assista ao video do estágio 7



Como esperado, o estágio começou super rápido e um grupo líder foi rapidamente estabelecido. Não houve surpresas quanto a quem compunha este grupo com Buff Scott MTB, NinetyOne-songo-Specialized, as duas equipes Bulls, Trek-Pirelli e os líderes das camisas africanas Absa, Pyga Euro Steel 2 sendo os números. Lacunas se formaram rapidamente enquanto o grupo negociava uma trindade de subidas íngremes - Patatskloof, Beulah e a escalada Hawequa. Foi na subida do Hawequa que Hans Becking e José Dias apertaram o parafuso com os líderes globais NinetyOne-songo-Specialized a única equipa a poder ir com eles. Hans Becking e Jose Dias continuariam a manter o acelerador afixado e depois de perder a corrida por cima do ponto de acesso da Dimension Data para NinetyOne-songo-Specialized, encontraram-se em uma terceira posição virtual no pódio geral. A Trek-Pirelli estava em tempo de hemorragia e estava a mais de cinco minutos no Buff Scott MTB na marca de 33 km. No final das contas, Becking e Dias estavam fazendo a maior parte do trabalho, com Sarrou e Beers não sentindo pressão para contribuir devido à sua liderança considerável na classificação geral. A grande preocupação, no entanto, estava diretamente com a equipe Bulls 2, que começou o dia confortavelmente à frente de Buff Scott MTB no pódio geral. Possível efeito da vitória da etapa de ontem, Simon Stiebjahn e Martin Frey precisariam manter a cabeça baixa se quisessem manter a segunda posição no pódio geral. Tendo perdido o time do Bulls 1 logo no início da etapa, o Bulls 2 se encontraria em uma terra de ninguém igualmente distanciado entre os líderes e perseguindo o Pyga Euro Steel 2. Aos 45km Trek-Pirelli, que começou o dia na terceira posição no GC, estavam agora 8 minutos fora do ritmo estabelecido por Buff Scott MTB. Mais 20 km depois e nada mudaria na frente - Becking e Dias ainda estavam liderando o ataque e fazendo a maior parte do trabalho. Quando as equipes entraram nos portões da propriedade Val de Vie, uma conversa foi travada entre NinetyOne-songo-Specialized e Buff Scott MTB com Sarrou e Beers concordando em não correr Becking e Dias para a vitória da etapa. No final, Buff Scott MTB venceu a terceira etapa da corrida, garantindo o último degrau do pódio geral em andamento. Matthew Beers se tornou o primeiro sul-africano desde o falecido Burry Stander a vencer o Absa Cape Epic, enquanto Jordan Sarrou fez história como o primeiro francês a subir no pódio. "É uma sensação incrível. Ele (Burry Stander) obviamente estabeleceu o padrão muito alto e eu nunca pensei que seria capaz de alcançar isso", disse Matthew Beers.


Foi uma varredura limpa para 91-songo-Specialized que faria oito

vitórias em oito dias. foto Sam Clark / ABSA Cape Epic



Como esperado, o estágio começou super rápido e um grupo líder foi rapidamente estabelecido. Não houve surpresas quanto a quem compunha este grupo com Buff Scott MTB, NinetyOne-songo-Specialized, as duas equipes Bulls, Trek-Pirelli e os líderes das camisas africanas Absa, Pyga Euro Steel 2 sendo os números. Lacunas se formaram rapidamente enquanto o grupo negociava uma trindade de subidas íngremes - Patatskloof, Beulah e a escalada Hawequa. Foi na subida do Hawequa que Hans Becking e José Dias apertaram o parafuso com os líderes globais NinetyOne-songo-Specialized a única equipa a poder ir com eles. Hans Becking e Jose Dias continuariam a manter o acelerador afixado e depois de perder a corrida por cima do ponto de acesso da Dimension Data para NinetyOne-songo-Specialized, encontraram-se em uma terceira posição virtual no pódio geral. A Trek-Pirelli estava em tempo de hemorragia e estava a mais de cinco minutos no Buff Scott MTB na marca de 33 km. No final das contas, Becking e Dias estavam fazendo a maior parte do trabalho, com Sarrou e Beers não sentindo pressão para contribuir devido à sua liderança considerável na classificação geral. A grande preocupação, no entanto, estava diretamente com a equipe Bulls 2, que começou o dia confortavelmente à frente de Buff Scott MTB no pódio geral. Possível efeito da vitória da etapa de ontem, Simon Stiebjahn e Martin Frey precisariam manter a cabeça baixa se quisessem manter a segunda posição no pódio geral. Tendo perdido o time do Bulls 1 logo no início da etapa, o Bulls 2 se encontraria em uma terra de ninguém igualmente distanciado entre os líderes e perseguindo o Pyga Euro Steel 2. Aos 45km Trek-Pirelli, que começou o dia na terceira posição no GC, estavam agora 8 minutos fora do ritmo estabelecido por Buff Scott MTB. Mais 20 km depois e nada mudaria na frente - Becking e Dias ainda estavam liderando o ataque e fazendo a maior parte do trabalho. Quando as equipes entraram nos portões da propriedade Val de Vie, uma conversa foi travada entre NinetyOne-songo-Specialized e Buff Scott MTB com Sarrou e Beers concordando em não correr Becking e Dias para a vitória da etapa. No final, Buff Scott MTB venceu a terceira etapa da corrida, garantindo o último degrau do pódio geral em andamento. Matthew Beers se tornou o primeiro sul-africano desde o falecido Burry Stander a vencer o Absa Cape Epic, enquanto Jordan Sarrou fez história como o primeiro francês a subir no pódio. "É uma sensação incrível. Ele (Burry Stander) obviamente estabeleceu o padrão muito alto e eu nunca pensei que seria capaz de alcançar isso", disse Matthew Beers.


CLASSIFICAÇÃO ESTÁGIO 7 - MASCULINO

1. Buff Scott MTB - Hans BECKING / José DIAS

2. NinetyOne-songo-Specialized - Jordan SARROU / Matthew BEERS

3. BULLS 2 - Martin FREY / Simon STIEBJAHN

4. Trek-Pireli - Samuele PORRO / Fabian RABENSTEINER

5. PYGA Euro Steel 2 - Pieter DU TOIT / Philip BUYS


CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL MASCULINO

1. NinetyOne-songo-Specialized - Jordan SARROU / Matthew BEERS - 25:17:28

2. BULLS 2 - Martin FREY / Simon STIEBJAHN - 25:26:27

3. Buff Scott MTB - Hans BECKING / José DIAS - 25:32:02


CLASSIFICAÇÃO ESTÁGIO 7 - FEMININO

1. Songo-Specialized Sina FREI / Laura STIGGER

2. Faces CST Candice LILL / Mariske STRAUSS

3. Salusmed Ariane LÜTHI / Robyn DE GROOT


CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL FEMININO

1. Songo-Specialized Sina FREI / Laura STIGGER - 30:39:52

2. Faces CST Candice LILL / Mariske STRAUSS - 31:20:51

2. Salusmed Ariane LÜTHI / Robyn DE GROOT - 31:32:38




AS ETAPAS

17 de outubro – Prólogo – Cidade do Cabo – 20 km 18 de outubro – Etapa 1 – Ceres – 98 km 19 de outubro – Etapa 2 – Ceres – Saronsberg – 94 km 20 de outubro – Etapa 3 – Saronsberg – 88 km 21 de outubro – Etapa 4 – Saronsberg – Slanghoeck – 73 km 22 de outubro – Etapa 5 – CPUT Wellington – 85 km 23 de outubro – Etapa 6 – CPUT Wellington – 95 km 24 de outubro – Etapa 7 – CPUT Wellington – Val de Vie – 66 km




O pódio masculino se abre quando o Buff Scott MTB coloca o martelo no chão para conseguir mais tempo no GC
capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
capa_dirt_332_mai23.png
bottom of page