Mercado de bicicletas elétricas cresce 24,5% nos primeiros oito meses de 2021



Levantamento realizado pela Aliança Bike aponta produção e importação de mais de 26 mil e-bikes no período analisado

Se desde o ano passado o mercado brasileiro de bicicletas vem se ampliando consideravelmente, a mesma realidade também se aplica aos modelos elétricos. Depois do recorde de 32.110 bicicletas elétricas comercializadas no ano passado, de janeiro a agosto de 2021 os números continuam apontando um crescimento consistente: foram 26.671 bicicletas elétricas produzidas e importadas no Brasil neste período. Este dado representa um volume 24,5% superior ao mesmo período de 2020.

Os dados são da Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas), contemplando dados de três fontes primárias distintas: a base Siscori, da Receita Federal; monitoramento de associados da Aliança Bike; e dados de produção no Polo Industrial de Manaus, da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

No período analisado, o pico de bicicletas elétricas produzidas/importadas aconteceu no mês de agosto, com 4.862 unidades. Mês a mês, assim se comportou o mercado de elétricas em 2021:

Janeiro: 3.517 unidades Fevereiro: 3.830 unidades

Março: 2.355 unidades

Abr