top of page

UCI BANE EQUIPES RUSSAS E BIELORRUSSAS, ENTRE OUTRAS MEDIDAS



O Comitê de Gestão da União Ciclística Internacional (UCI) reuniu-se no dia 1 de março em sessão extraordinária para debater a situação na Ucrânia e as medidas que a UCI pretende tomar a esse respeito. A seguir, veja a nota emitida no mesmo dia com as medidas tomadas.


"A UCI expressa novamente sua grande preocupação com a situação na Ucrânia e condena firmemente a agressão dos governos russo e bielorrusso e seu desrespeito à trégua olímpica. A UCI deseja ver um retorno à paz o mais rápido possível e pede o respeito aos valores olímpicos. Com efeito, o desporto em geral e o ciclismo em particular são veículos de paz, amizade, solidariedade e tolerância.


Em primeiro lugar, a UCI decidiu oferecer seu apoio à comunidade de ciclismo ucraniana e se comprometeu a receber atletas ucranianos no Centro Mundial de Ciclismo (WCC), seu centro de educação e treinamento em Aigle, na Suíça. A este respeito, a UCI está em contato permanente com a Federação Nacional da Ucrânia. O presidente da UCI, David Lappartient, juntamente com o presidente da União Europeia de Ciclismo (UEC), Enrico Della Casa, se reunirá com o presidente e representantes da Federação Nacional da Ucrânia durante o Congresso da UEC, na Dinamarca, neste fim de semana, para definir os procedimentos para a vinda ao ajuda da comunidade ciclística da Ucrânia.


Além disso, a UCI congratula-se com as fortes decisões tomadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 28 de fevereiro e decidiu aplicá-las ao ciclismo.


A UCI, que continua sendo uma organização politicamente neutra, lamenta que as decisões de seu governo possam impactar atletas russos e bielorrussos, mas é preciso ser firme na defesa dos valores olímpicos.


Como foi assinalado esta manhã durante uma reunião de emergência das Federações Internacionais, organizada pelo COI e presidida pelo presidente Thomas Bach – com a participação de David Lappartient e da diretora geral da UCI, Amina Lanaya –, trata-se de tomar medidas preventivas com o objetivo de garantir a integridade e segurança das competições esportivas e o respeito aos valores olímpicos.


À luz da situação, o Comitê de Gestão da UCI tomou por unanimidade as seguintes decisões:


1. As equipes nacionais russas e bielorrussas e/ou seleções nacionais não estão autorizadas a participar em quaisquer eventos do Calendário Internacional da UCI, com efeito imediato.


2. O status de equipe UCI está retirado de todas as equipes de nacionalidade russa ou bielorrussa e a UCI não considerará quaisquer outros pedidos de status de equipes UCI destes dois países. A retirada do status de equipe UCI diz respeito às seguintes equipes: UCI ProTeam Gazprom - RusVelo (RUS); UCI Continental Team Vozrozhdenie (RUS), Maratona UCI Track Team - Tula Cycling Team (RUS), UCI Continental Team CCN Factory Racing (BLR), UCI Continental Team Minsk Cycling Club (BLR) e UCI Women's Continental Team Minsk Cycling Club (BLR).


3. A UCI retira todos os eventos russos e bielorrussos do Calendário Internacional da UCI 2022 e não considerará nenhum outro pedido de registro. Os seguintes eventos estão relacionados com a retirada do Calendário Internacional da UCI... (NR: ao todo, são listados quatro eventos)


4. Os Campeonatos Nacionais da Rússia e da Bielorrússia também estão retirados do Calendário Internacional da UCI.


5. O aparecimento de todos os emblemas, nomes, siglas, bandeiras e hinos ligados à Rússia e à Bielorrússia está proibido em todos os eventos do Calendário Internacional da UCI. As camisas dos campeões nacionais da Rússia e da Bielorrússia estão, portanto, banidas.


6. Não serão consideradas quaisquer propostas de candidatos russos e bielorrussos para a organização de eventos da UCI.


7. A UCI proíbe os organizadores de eventos do Calendário Internacional da UCI de convidar clubes russos e bielorrussos, equipes regionais ou mistas.


8. A UCI não nomeará comissários internacionais russos ou bielorrussos para eventos do Calendário Internacional da UCI até novo aviso.


A UCI deseja esclarecer que os titulares de licenças da Rússia e da Bielorrússia estão autorizados a participar de eventos do Calendário Internacional da UCI com suas respectivas equipes, desde que estejam inscritos em uma equipe da UCI que não seja russa nem bielorrussa.


Os atletas russos e bielorrussos também podem participar nos eventos do Calendário Internacional da UCI se a inscrição individual for autorizada.


Qualquer participação de atletas russos ou bielorrussos deve ser neutra, e os organizadores são solicitados a retirar qualquer referência à Rússia ou à Bielorrússia, incluindo o nome, emblemas, siglas e bandeiras, e substituí-los por uma referência ou denominação neutra em todos os documentos de eventos relacionados e em linha com as instruções a serem fornecidas pela UCI.


A decisão de não impor uma proibição geral aos atletas russos e bielorrussos em todos os eventos internacionais baseia-se na obtenção de um equilíbrio de todos os interesses. Em particular, trata-se de levar em consideração os direitos contratuais dos pilotos e equipes em questão, e não penalizar injustamente as equipes que não são russas ou bielorrussas.


A UCI pede aos organizadores, espectadores e competidores que respeitem os pilotos russos e bielorrussos nas corridas em que seriam autorizados a participar.


Além disso, o Comitê de Gestão da UCI decidiu introduzir um regulamento específico que permite aos titulares de licenças russas e bielorrussas com várias nacionalidades solicitar a alteração da sua nacionalidade desportiva sem qualquer restrição. Será possível acelerar o procedimento relativo à esta medida, já existente no Regulamento UCI.


Medidas específicas serão estudadas para permitir que pilotos e funcionários de equipes russas e bielorrussas se inscrevam em uma equipe da UCI que não seja russa nem bielorrussa fora dos períodos de inscrição.


No que diz respeito às Federações Nacionais da Rússia e da Bielorrússia, e de acordo com as respostas dadas pelo COI esta manhã, durante a reunião com os Presidentes das Federações Internacionais, não é necessário suspendê-las porque não estão implicadas na violação da Trégua Olímpica. Na mesma linha, em relação aos membros russos e bielorrussos dos órgãos e comissões da UCI, a UCI optou por agir de acordo com a posição do COI apresentada esta manhã, o que significa que eles podem continuar a servir enquanto não estiverem diretamente implicados na violação da Trégua Olímpica; com efeito, a prioridade das medidas hoje tomadas é garantir a integridade e a segurança das competições desportivas.


Como parte de suas decisões, o Comitê de Gestão da UCI também se posicionou sobre o patrocínio de marcas e empresas russas ou bielorrussas. Por considerar que isso prejudicaria a imagem da UCI e do ciclismo em geral, tal patrocínio não será autorizado. Portanto, as equipes e os organizadores de eventos foram solicitados a não conceder qualquer visibilidade aos patrocinadores russos ou bielorrussos em eventos do Calendário Internacional da UCI.


Por uma questão de clareza, todas as medidas se aplicam com efeito imediato à Rússia e à Bielorrússia e abrangem todas as categorias e disciplinas. Eles permanecerão em vigor até novo aviso. Nos próximos dias, a UCI publicará regras "ad hoc" fornecendo mais orientações sobre as medidas adotadas hoje pelo Comitê de Gestão da UCI. As diretivas também serão comunicadas aos organizadores do evento sobre a proibição de exibir referências à Rússia e à Bielorrússia.


A UCI especifica que, no caso de um Estado decretar medidas mais rigorosas em relação à participação de pilotos ou equipes russas ou bielorrussas em competições em seu território, essas medidas terão precedência sobre as decisões tomadas pela UCI.


A UCI congratula-se com a postura corajosa dos ciclistas e funcionários russos e bielorrussos em busca da paz. Apela à contenção de todos os lados do conflito, bem como à proteção dos civis, e espera que a paz seja rapidamente restaurada.


A posição da UCI pode evoluir à medida que a situação na Ucrânia se desenvolve."







capa_bike_273_mai23.png
capa_bike_GUIA23.png
capa_dirt_332_mai23.png
bottom of page