Vela Bikes inova e agora aceita criptomoedas como forma de pagamento


Startup de mobilidade urbana passa a aceitar Bitcoin, Ethereum e Litecoin como alternativa para pagamento de produtos e serviços no e-commerce da marca



Há um certo tempo, o brasileiro tinha medo de fazer compras pela internet e eram diversos os motivos de desconfiança: medo de fraude, golpes e insegurança eram alguns deles. Mas com a evolução da tecnologia, os sites melhoraram a segurança e a compra online se tornou normal, além de ter sido acelerada pela pandemia.


Neste novo cenário, a Vela Bikes, startup brasileira de mobilidade urbana sustentável, está com uma novidade. A empresa agora aceita moedas digitais para compras de acessórios, serviços e também do modelo Vela 2, bike elétrica conectada à internet com app próprio. A inovação já está funcionando no e-commerce da Vela e a empresa aceita três tipos de moeda digital: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC).


A startup fechou uma parceria com a Coinbase, casa de câmbio virtual, que é a responsável por processar os pagamentos via criptomoedas. O usuário que optar por realizar o pagamento nessa nova modalidade vai encontrar a opção disponível na etapa final do processo de compra. Após inserir os dados, o comprador pode escolher entre pagar com Paypal (Cartão de Crédito) ou Coinbase (Criptomoedas).


Como tecnologia é um dos pilares do DNA da Vela, a venda por moedas digitais era questão de tempo como explica o fundador e CEO, Victor Hugo Cruz. “Nós da Vela, como uma empresa de tecnologia, acreditamos que a eficiência vem da evolução constante. Decidimos aceitar moedas digitais em nosso site como uma declaração disso. É uma decisão alinhada com a missão de continuar trazendo inovação para o mundo da mobilidade urbana”, diz.


Sem variações

O mercado de criptomoedas é muito volátil e os valores das moedas sobem e descem. Isso por conta da variação do dólar, pois para calcular o valor das criptomoedas em real, de forma simplificada, basta multiplicar a cotação do dólar pela cotação da moeda digital no dia desejado.


Sabendo disso, a Vela fixou o valor da bike elétrica em reais. Ou seja, quanto maior o valor das criptomoedas, menos o usuário vai precisar gastar para comprar sua Vela 2. É importante explicar também que a cotação das moedas digitais é definida pela oferta e demanda do mercado. Se muitas pessoas estão interessadas em comprar, a cotação da criptomoeda sobe. Mas se o interesse maior é vender, a cotação despenca.


“Pagar com moedas digitais é uma alternativa eficiente, segura e rápida aos serviços prestados pelas tradicionais instituições financeiras. Somos uma empresa que traz soluções disruptivas e tecnológicas e esta é  mais uma inovação que estamos trazendo para nosso público”, finaliza o CEO.


edbcomunicacao




REVISTA BIKE ACTION

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram